Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

O meu Gadget Mobile

amaralrita, 11.09.15

Pessoas desastradas sem talento para a engenharia, com mãos de manteiga e que tropeçam nos próprios pés não deviam manejar maquinaria pesada - ou seja, eu nunca devia ter tirado a carta de condução.

O que me vale é que o meu boguinhas é um senhor com grande paciência e resistência para aturar as minhas peripécias. Nem o Gadget Mobile poderia ser tão prendado.

 

Vamos lá ver então o que ele já andou a fazer:

- Quilómetros com a tampa da gasolina aberta;

- Rotundas ao contrário (não era uma rotunda, era uma entrada de uma gasolineira, não é assim tãaao grave!)

- Guardou roupa, cervejas, sapatos, areia, sacos de cama, todo um serviço de rulote ambulante;

- Subiu vales e montanhas com um ponte de embraiagem sempre perfeito;

- Sofreu travagens daquelas que deixam marcas no alcatrão;

- Subiu o passeio a cada entrada de um parque de estacionamento de um centro comercial. É só para avisar o povo de que chegámos;

- Deu festinhas em colunas de pedra (mais uma vez, só para deixar a nossa marca nos locais);

- Fez umas tatuagens, uns riscos brancos, um bocadinho à frente, um bocadão atrás, outro assim mais perto da roda;

- Estacionou torto, em cima de linhas e passeio, só porque ele tem um problema na coluna e não sabe andar direito;

- Ficou estacionado sem ser trancado e com as janelas abertas;

- Sentiu as mudanças a mudar sem o pé na embraiagem;

- Andou sozinho, meio ligado, meio com o pé no acelerador;

- Chegou quase às cinco mil rotações, só porque lhe apeteceu;

- Sofreu dois acidentes, partiu um dos braços e continua a exibir o brilho de vidros que parecem acabados de limpar.

 

Ele pode parecer uma criança mas já passou por tantas tempestades que é um verdadeiro herói. Até um Land Rover Defender fica com inveja quando este todo o terreno anda pelas ruas de todo o Portugal a espalhar o terror na estrada. Olhem, só vos digo: não percam os próximos episódios, porque nós também não!

Onde é que estão as minhas cenouras?

amaralrita, 07.09.15

Se há coisa que me tira do sério é quando mexem nas minhas coisas - e quando me roubam coisas do frigorífico, aí então a coisa fica preta.

O frigorifício é um local sagrado, é a sobrevivência da minha vida fit. Está lá tudo, os queijinhos, o fiambre, os ovos, os iogurtes, as gelatinas, os vegetais, a fruta, etc, etc, etc. E uma pessoa, para não ocupar tanto espaço, deixa tudo arrumadinho em escadinhas de tupperware para que a famelga possa ter espaço para as suas porcariazitas. Eu sou simpática mas alguém lixa-me a vida.

Então vai uma pessoa de manhã buscar a marmita super bem preparada de véspera, a dar pulinhos de alegria porque comprou os palitos de cenoura...e eles não estão no sítio.

 

Oi? Mas mexeram nas minhas cenouras? Não estão na prateleira de cima...nem na de baixo...nem na porta...nem nas gavetas...Ai que raio, onde é que estão as minhas cenouras?

Quem é que mexeu nas minhas cenouras? Oh não, será que deitaram as cenouras fora? Mas porque é que iam deitar as minhas cenouras fora? Se calhar estavam estragadas...não estavam nada estragadas, eu preparei-as com tanto cuidado e queria tanto comê-las, iam lá agora estar estragadas.

Tomei o pequeno-almoço, respirei fundo, procurei de novo e nada...desapareceram as minhas cenouras. Chateei-me tanto que perdi calorias ao ventilar interiormente.

 

Por isso ficam já avisados, quando eu compro cenouras e eu digo para não mexer, eu estou falando muito a sério.

 

1 de Setembro

amaralrita, 01.09.15

Chegou o melhor mês do ano.

Chegou o regresso às aulas, o cheiro a cadernos, as Eastpack às costas (ainda se usam, certo?), o início do outono, as folhinhas a cair, o cheiro a castanhas, as botas, os casacos, as malas com pêlo, os collants, as camisolas de gola alta, os cachecóis, as semanas da moda, as torradas ao pequeno-almoço, os croissants quentinhos ao final do dia, os cappucinos do Starbucks aos fins-de-semana, a Vogue Fashion Night Out (chiques!), os filmes para os Óscares, o cheiro a pastel de nata e a galão num dia mais frio, bolos e bolos e bolos, o cházinho e as bolachas maria, a mantinha no sofá, as meias fofas, as pantufas, os robes quentes, os edredões, , a sopinha, os Ferrero Rocher, os Kinder Buenos originais, as festas de Natal das empresas, os centros comerciais cheios, os cheques presente da Fnac...

Enfim, eu gosto do Verão mas o Outuno é a minha cena, deixem-me ser feliz assim, tá?

 

 

 

Pág. 2/2