Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Viver no bairro

Viver num bairro é como viver numa aldeia: todos se conhecem, todos têm os mesmos hábitos, todos fazem aquilo que lhes apetece porque é tudo muito seguro.

 

No meu bairrito, acontece-me de tudo, faço maluqueiras e parvoíces e nada me acontece...acham que não? Então vejam só o que me aconteceu no outro dia.

 

Fui ter com uma amiga, estacionei o carro à porta da casa dela (300m ao lado da minha), fui jantar a casa dela e depois não me apetecia pegar no carro para pô-lo na outra ponta do bairro. Então lá ficou ele.

No domingo, de manhã, preciso de ir às compras. Vou buscar o carro mas uma carrinha branca está a travá-lo. Pronto, vou só buscar o carro depois das compras.

Vou ao supermercado, encho o carrinho, estou no talho a fazer as últimas compras quando me lembro: "porra, deixei a carteira no carro!".

O que fazer? Vou-me embora assim do nada?

Sorrateiramente (mais a correr com cara de parva no supermercado), deixo o carrinho com as compras num canto, volto ao carro, tiro o carro, estaciono no centro.

Ao passar as portas de entrada lembro-me: "eish, tenho de ir buscar pão".

Passo à frente do supermercado, vou à padaria na outra ponta do centro buscar pão, entro no supermercado e o carrinho está intacto! Vou ao talho, vou para a caixa, pago tudo e vou toda feliz para o carro.

E chego ao carro e tenho uma multa da Loures Parque de 4 euros porque não coloquei parquímetro (mas é que nem em Lisboa se paga ao domingo!). E cheguei 5 minutos depois de me passarem a multa.

 

É assim a vida rebelde que se tem no bairro: deixa-se o carro ao pé do prédio dos outros, deixa-se as compras no supermercado, deixa-se o carro sem parquímetro. Porque quando vives no bairro, a única coisa de grave que acontece é quando alguém espirra.