Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Vamos salvar os Lobos Ibéricos

Eu não sou nada de voluntariados e causas mas se é para salvar animais, o meu coração fica mole. E há uma campanha muito especial que eu não consigo não apoiar.

 

Isto tudo começou quando eu era pequenina, quando os meus professores da primária disseram que era tradição uma turma adoptar um lobo. Yap, isso mesmo, em vez de massacrar os meus pais para ter um cão, eu podia ser madrinha de um lobo - muito mais fixe, não era?

Foi assim que fui várias vezes ao Centro de Recuperação do Lobo Ibérico visitar o Nimrod (eu ainda sei o nome dele, mas já não está cá) e achar que um dia podia levar um lobito para casa. Eu via-os como cãeszinhos de peluche em formato grande e só lhes queria dar uma festinha mas nunca quiseram concretizar o meu sonho de criança - fico triste mas passa.

Obviamente que eu não percebia que estava a contribuir directamente para uma causa, pois os meus pais é que tratavam do assunto. Eu sabia lá que me estavam a educar para ajudar os outros, para ser fofinha para a humanidade. Mas quando nos ensinam coisas em pequenos, elas tocam-nos de outra maneira.

 

Eu gostava tanto dos lobos que, por sugestão dos professores, um Natal em vez de pedir uma Barbie, pedi uma edição especial do Action Man porque uma parte do dinheiro do brinquedo revertia para o CRLI. Os meus pais perguntaram-me muitas vezes se eu queria mesmo um brinquedo para rapaz e eu disse que sim. (a Rita pequena impressiona-me imensas vezes).

 

Os anos foram passando e as coisas esquecem-se mas a Internet tem um poder fantástico de nos relembrar de tudo. Esta semana, vi que está a decorrer uma campanha online para financiar o CRLI, no Indiegogo.

 

lobo.jpg

 

Mal vi a campanha nem pensei duas vezes.

Não sei se é por ser a causa que é, se é da idade que ficamos mais sentimentalistas, se eu afinal tenho um coração de ouro e gosto de distribuir dinheiro por aí. Só sei que tinha de dar alguma coisa, contribuir alguma coisa, porque falando racionalmente, estamos a contribuir para salvar uma espécie em vias de extinção, a manter um espaço ecológico aberto e também a manter empregos de muitas pessoas (quem não quer manter o emprego neste país, né?). Em pequenina, contribuia e davam-me um brinquedo, em adulta, eu contribuo e fico com o coração cheio - ai como eu fico lamechas a ajudar animaiszinhos.

 

Meus caros, agora a sério, eu não vou estou a pedir nada - eu estou a exigir-vos que façam qualquer coisa. Ponham no Facebook, dêem cinco euros, gastem as poupanças nisto, adoptem um lobo, passem uma tarde lá no sítio, eu sei lá. Hoje é sexta-feira, por isso, façam a vossa boa acção do dia e ficam o resto Verão descansados. Um click muito rápido aqui, vá, antes de irem almoçar, não custa nada.