Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Telefonemas

Certo dia telefonam-te:

 

- Olhe eu estou reformada da banca e vi num anúncio que vocês estavam à procura de uma voz off.

- Num anúncio? Peço desculpa mas nós não colocamos anúncios

- Ah não? Ah é que me apareceu agora aqui um alerta...no Jogue Rápido.com

- Pois, minha senhora, mas não colocámos nenhum anúncio

- Mas já agora gostava de saber é que sabe eu sou reformada da banca e sempre me interessei pelas artes, pela representação... é que até no meu trabalho me reconheciam logo pela voz e disseram que eu tinha jeito para fazer rádio e então agora que estou reformada gostava de experimentar, de fazer coisas, que isto uma pessoa estar parada não dá com nada...mas então não andam à procura é?

- Podemos sempre ficar com o seu contacto, pode-nos enviar um email com algumas demos...

- Com umas quê?
- Demos, demonstrações de voz

- Ah não tenho isso...

- Já alguma vez trabalhou em locuções profissionais?

- Ah não, não, eu só tenho experiência na banca e os meus amigos e toda a gente lá do trabalho diziam que eu tinha muito boa voz, mas eu não tenho nenhum audio, se quiserem eu posso ir aí ter convosco e gravar e vocês vêem, é que eu moro mesmo aqui ao lado, é a Rua x, não sei se está a ver, é mesmo aqui na esquina.

- Minha senhora, nós só trabalhamos com locutores profissionais

- Ah só com locutores profissionais, então é preciso ter experiência não é? Fazer rádio ou assim não é?

- É, sim

- Ah pois sabe eu queria começar a experimentar a fazer novas coisas e como sempre me disseram que tinha boa voz eu queria começar a fazer alguma coisa, para me entreter, para estar ocupada, mas eu nunca fiz rádio...am...pois, pois, sendo assim, nem vale a pena gravar não é?

- Pois, penso que não, minha senhora.

- Ah ta bem então, olhe muito obrigada pela ajuda e desculpe a maçada.

 

O meu primeiro pensamento foi: porque é que isto só me acontece a mim?

O meu segundo pensamento foi: há gente doida no mundo.

O meu terceiro e melhor pensamento foi: fogo, quem me dera estar reformada e ainda ter tomates para fazer telefonemas para arranjar algo com que me entreter.

 

É que fazer figura de parva não é o mesmo que ser parva. E eu continuo a ser parva por não ser um pouco mais como esta senhora.

 

 

O melhor de 2015

Com o final do ano, temos de fazer todo um grande resumo dos melhores momentos aqui no blogue.

Foi de facto um ano cheio de aventuras e por isso aqui fica a lista de disparates feitos que me deixam super orgulhosa, pois são a prova de que evolui muito:

 

- Já sei me maquilhar, pelo menos sei o básico, não me peçam blush nem purporinas que ainda não cheguei lá;

 

- Dei largas às minhas aspirações de diva e fiz uma sessão fotográfica - até que correu bem!

 

- Homens charmosos são sempre do Sporting, está provado cientificamente;

 

Encontrei a minha cara metade e já não quero mais ninguém;

 

Experimentei dar umas dicas de ginástica mas eu continuo sem conseguir manter uma rotina digna de pessoa normal, a ver se leio este artigo para aprender alguma coisa;

 

- O mundo ficou a saber que a minha peça de roupa preferida são/eram umas calças brancas número 38. Não consigo falar delas sem ter uma lágrima no canto do olho;

 

Festejar feriados não é comigo...mas fazer a festa e conhecer pessoas é todos os dias!

 

- Aparentemente também descobri que sou famosa mas ainda não estou a ter o proveito;

 

Ir ao Porto foi uma super aventura e deu-me inspiração para me tornar numa turista a sério;

 

- Quando não se tem nada para fazer, xinga-se os meses do ano...porque pode-se culpar tudo e mais alguma coisa. Mas também porque vale a pena preocuparmo-nos com o fim do mundo?

 

- Ser saudável não é bom, porque dá trabalho, faz suar, dá dores de cabeça mas lá no fundo sabemos que vale a pena;

 

- As amigas tiveram um destaque, num momento de pieguice e fraqueza que prometo que não se volta a repetir em 2016.

 

- Ficámos doentes uma vez, quando apanhámos o Síndrome das Quatro da Manhã; e em Junho celebrámos o melhor aniversário do ano.

 

- Já o Verão, foi uma verdadeira montanha russa: o Verão chegou meio bipolar, faltámos aos festivais de verãodemos o nosso ar de graça contrariado no Santo António, engordámos uns 5 quilos, não tivemos descanso com todos os escândalos, e ficámos deprimidos com a saudade de um velho amigo que partiu e não regressa.

 

Ir às compras perdeu a sua piada e o encanto dos Saldos também já lá vai;

 

- Estamos todos hips nas redes sociais;

 

- E as aventuras no carro tomaram propoções épicas este ano: ah mais o facto de ter ficado sem bateria, gasolina e óleo num espaço de cinco meses.

 

MAS HÁ MAIS:

Entornar galão no carro; passar traços contínuos porque ir dar à volta à rotunda dá muito trabalho; correr à meia noite, para ver se passa a bebedeira; devorar um bolo às duas da manhã; ir para a night, dormir duas horas e começar o dia como se nada fosse; passar 3 horas seguidas ao telefone (sim, aconteceu); levantar às 6 da manhã para ir correr - onde é que eu tinha a cabeça; afinal a margem sul não é assim tão má; e virámos rebeldes e fizemos uma tatuagem - whaaaat;

 

E mais e mais coisas aconteceram. Mais loucuras escondidas nos pântanos da memória. 2015 foi um ano muito bom para o bloguito que está cansado de fazer tanta asneira mas parece-lhe que o futuro não vai melhorar e por isso mais vale encolher os ombros e aproveitar a montanha russa enquanto temos saúde (às vezes o colchão da cama já faz doer as costas mas nós aguentamos).

 

Beijinhos, abraços, beijinho de esquimó, corações, emojis e outras piroseiras que o bloguito gosta de mandar a todos vocês que o deixam todo piegas quando o lêem e falam com ele. Um óptimo 2016 e se se sentirem estúpidos com as asneiras que fazem na vida, já sabem que o nosso ombro está sempre aqui para vos apoiar.

 

Até 2016!