Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Lembra a mim

Para além da dislexia, há outro fenómeno linguístico que me afecta: o brasileirismo.

É engraçado quando utilizamos aquelas expressões para cumprimentar os amigos: "Eaé galera!", "oi, garoto, tudo bem?" "tou nem aí", "gentxi, vamo embora". Vá isto até passa, é divertido, tem piada, até parece que ficamos mais bem dispostos.

Mas a bincadeira começa a ir longe de mais quando começamos a assassinar o português e a nossa reputação:

 

"Ela disse a mim que queria ir às compras no sábado"


"Precisas de quê? Ta bem, depois lembra a mim"


"Responde a mim no chat, tá?"

"Foi o que ele disse para dizer a ele"

 

Ai, gentxi, isto é gravíssimo. E o pior é que se pega! É só um do grupo começar a falar mal que aquilo vai tudo em manada fazer a asneira. Dizemos mal, chamamos à atenção mas cinco minutos depois lá está outro a dizer "manda mim o email". Alguém conhece algum comprimido para curar isto ou temos de voltar todos à primária?