Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

Agora a Sério

Um local sério para se falar das coisas sérias de todos os dias. Só para pessoas que se levam muito a sério.

A dieta de Verão

Estamos a entrar mesmo no último mês do verão (a primeira quinzena de Setembro também conta para ir à praia mas pronto) e estou bastante irritada com as mentiras que as pessoas dizem.

 

Ah eu adoro o Verão porque emagreço! Passo o dia na praia, não vou ao ginásio porque correr com este calor faz mal à saúde, mal como e quando como é só saladas e fruta e refrescos. Se fosse assim todo o ano!

 

Eu não faço ideia onde é que esta gente vive mas de certeza que não temos morada no mesmo planeta. Como assim no Verão é mais fácil emagrecer porque estamos preguiçosos? É só comer alface umas frutas na praia e a caipirinha no final do dia e a banha não vem cá para fora? Que falsos!

 

A minha dieta de Verão não é dieta nenhuma: é um puro descontrolo de McFlurrys Oreos, Magnums Brancos, cafés gelados cheios de natas, pequeno-almoços dignos de brunch, trezentos sashimis de uma vez só e litros e litros de Somersby.

 

Toda a gente está de férias, logo há que aproveitar o tempo; toda a gente quer ir comer fora, toda a gente quer experimentar o restaurante novo, toda a gente quer ir à Hamburgueria do Bairro pela enésima vez, toda a gente quer ir ao Santini, toda a gente ainda arranja disposição para comer um crepe com gelado (hello, Nut'Chiado, ainda não nos conhecemos por isso continua longe da minha vista). Toda a gente quer ir só beber um copo, toda a gente quer ir passear por Belém e comer pastéis, toda a gente quer ir ver as feiras de artesanato que vendem os vinhos, os queijos, os enchidos que se pode levar para o jantar, toda a gente quer organizar jantares em casa e vamos-fazer-as-tostas-com-paté-de-atum-só-para-a-entrada-mas-que-as-pessoas-comem-durante-uma-hora.

 

Claro que também se come fruta e óbvio que adoramos poder comer saladas a torto e a direito, mas porque é que temos a mania que socializar é sinónimo de comer porcaria? Porque não combinamos conversas no banco do jardim, sem direito a gelados? Porque não combinamos conversas no Terreiro do Paço a comer gelatinas?

 

Já podemos voltar ao Natal para eu resistir a Ferrero Rocher em vez de fondues de morangos com chocolate e Bananas' Splits com três bolas de gelado e chantilly? Obrigada.

Esquemas de birras

Acho que das criaturas que andam por este mundo, os bebés são as mais interessantes,no mau sentido.

 

Porquê no mau sentido? Porque eles não sabem bem o que andam a fazer mas se calhar até sabem e gozam com a nossa cara porque são crianças, seres puros e inocentes que como ainda não fizeram nada no mundo são lindos e perfeitos. São uns santos até abrirem a boca e chorarem durante horas e horas e horas.

Eu estou a falar mal de bebés sim, mas eles às vezes têm piada. Como aconteceu no outro dia, que estava à espera do autocarro e uma criança de três anos estava ao colo da mãe a chorar desalmadamente. Pelo desprezozinho que a mãe lhe dava, estava a fazer a vigésima birra do dia mas a menina não parou.

Continou a chorar e eu não consegui parar...de rir:

 

Foi o grito horrível de chamar pela mããããããe

O não ter ar para continuar a gritar

O deixa-me só respirar antes de continuar a birra

O tu não me estás a ligar nenhuma

O vou continuar a chorar a ver se me dás colinho

O mas espera eu já estou no teu colinho

O porque é que eu estou mesmo a chorar?

O tu continuas a não me ligar nenhuma

O eu já não sei bem o que fazer

O será que continuo ou acalmo-me, porque isto não está a resultar

O vou agora puxar da lágrima e chamar mããããe de novo

O tu 'tás-me a limpar a lágrima

O tu afinal gostas de mim

O tu estás a dar-me festinhas na cabeça

O já vamos entrar no autocarro e eu continuo no teu colo

O tu já me deste um beijinho na cara

O pronto já passou, não sei bem se fiquei com aquilo que queria mas estou no colinho da mamã e ela gosta de mim.

 

Eu ri-me porque isto só pode ser planeado, isto tem tudo ar de esquema. Aquela carinha branquinha a tornar-se vermelha com as lágrimas a cairem não me convence. Um bebé sabe exactamente o que fazer para levar a sua birra avante. Ele tem de saber o que está a fazer, isto tudo tem de ser consciente. É que só pode - de que outra maneira eles conseguiam safar-se sempre?

 

Se calhar, vou começar a fazer birra quando não quero ir trabalhar a ver se resulta, só preciso de saber onde guardaram a minha chucha.

Pág. 1/4